Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Estava aqui procurando um texto bacana pra postar, mas de uma forma estranha nenhum deles - que em determinado momento li e achei bonito, ou que me retratavam - bateram no coração no dia de hoje.
E não sei porque. Mas a maior parte deles falam de alguma tristeza, ou decepção. E simplesmente eu não ando assim.

  
Ser feliz. Estar feliz. Sentir-se bem.
Como é bom!
E por quê estar assim tão radiante?
PORQUE EU ESTOU VIVA, oras!
Porque Deus me ama e me mostra isso todo dia. Com as pessoas maravilhosas que tenho ao meu lado, com o trabalho que me faz ser útil, com as capacidades que tenho.
Eu sei, sou chata, sou teimosa, sou ciumenta, sou impaciente. Mas e daí? O Cara lá de cima gosta de mim exatamente assim, pq foi ele quem me fez desse jeito. Se quisesse que eu fosse diferente, me teria feito de outra forma.
Hoje acordei com uma urgência de felicidade. Com aquela vontade moleca de brincar com a vida.
Hoje acordei querendo ser feliz pra sempre.
E percebi que isso depende exclusivamente de uma pessoa: Eu mesma!

2 comentários:

Dri disse...

Tem dias que da um branco mesmo.
Vc mexe e remexe e não se encontra em nada. Isto nao é atoa.
Vc nos brindou com sua felicidade.

Que todas as manhãs voce escolha ser feliz e será.

Beijo

Dé Mattos disse...

A mulher das palavras certas!
Amei o comentário Dri!
Obrigada pelo carinho de sempre!