Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

quinta-feira, 16 de junho de 2011



"Não sou sempre flor. 
Às vezes espinho me define tão melhor.
Mas só espeto os dedos de quem acha que me tem nas mãos."


(Marla de Queiroz)

Um comentário:

Meire disse...

Adorei, realmente quando apertam a gente muito forte ou nos colocam numa gaiola, viramos espinhos!!

bjokitas ;)