Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

sexta-feira, 22 de julho de 2011


Como entender aquilo que sentimos no mais profundo de nosso coração?
Como entender nossas ações, reações e sentimentos?
Por que num momento a gente quer muito uma coisa, e no momento seguinte ela quase não importa?

Nunca aprovei quando as pessoas afirmam “sabia que tu dirias isso, te conheço”. Em alguns aspectos é possível acertar e prever sim o que seria feito, mas ninguém pode afirmar com propriedade que conhece o outro se às vezes não somos capazes de entender a nós mesmos.

Descobri que há em mim uma confusão. Descobri que quando a angústia ameaça aparecer, eu a mascaro muito bem com meus pensamentos fúteis e irreais. Descobri que quando acho que fiz a escolha certa, no fundo não tenho a certeza que precisava. Como pode?

Eu queria entender, mas não consigo. É tarde da noite, e a cabeça fica ocupada com dúvidas, incertezas, incomodações, solidões. E a gente se esforça às vezes pra levantar e fazer tudo parecer bonito. Botar um sorriso no rosto, atender bem quem chega ao trabalho, proclamar que a vida é linda (e ela sempre é). Mas tudo não passa de um esforço de dizer para si mesma um “ó, sou uma mulher forte, bela, feliz”. Acho que por isso gosto tanto de palhaços. Eles sempre me encantaram pela magia que transmitem, mas sempre pensei que atrás do sorriso pintado tem um rosto por vezes sofrido, dolorido.

Um sorriso pintado. Tem dias que é só isso. 

16 comentários:

Carolzinha disse...

Lindo! AMEI o texto...
E eu também me sinto assim, a maioria das vezes. rs

Beijo, Débora!
Adoro esse bloguin! Sempre tô lendo, viu? Às vezes nao comento (pq a preguiça é GIGANTE), mas LEIO SEMPRE!!

нєllєи Cαяoliиє disse...

Eu acho que todos se sentiram assim por pelo menos MUITAS VEZES!
Faz parte...mas que não deixemos o nosso lado oculto e triste dominar mais espaço do que o lado alegre,esforcemo-nos para que o lado bom esteja sempre exposto! :)
Bom dia,Querida!
Beijos

C. disse...

É duro usar nossas máscaras e nos apresentar as outras pessoas como pessoas felizes, porque nem sempre é possível mentir dor que se sente com sorrisos de falsa alegria...

Maninha, my dear, bom findi iluminado de pensamentos bonitos!

Valdicéia Mendonça disse...

Perfeito, tudo que queria dizer e por incapacidade não consigo.
Estou tão tristinha hoje, rsrs.
Um beijo enorme no seu coração!!!
Se cuide!!!

Lena disse...

Infelizmente, Dé, a vida é assim, representamos papéis, igualzinho aos palhaços porque eles têm também nos mostram uma falsa alegria. São moleques e brincalhões pq é esse o papel que lhe coube no circo. Mas de repente, como vc mesmo disse, a vida deles pode também estar uma bagunça, um incômodo!!!
Então, a gente vai levando a vida nesses dias sombrios, tendo que esboçar sempre um sorriso. Afinal, ninguém tem culpa pelas nossas mazelas. Beijos, querida e um ótimo findi!!!

Sirlara Wandenkolk disse...

Em primeiro lugar eu me apaixonei pelo layout e pelo nome do blog, né? Convenhamos, PP é a coisa mais linda do mundo =]
Sobre o post, foi muito boa a reflexão, eu também me pergunto isso, o que há através dos sorrisos pintados? Um ser humano normal, quem sabe.

Segui ^^

Valdicéia Mendonça disse...

Que pena que não tá aparecendo, mas também não sei o que aconteceu.
Obrigada pelo carinho viu?
E que maravilha que está melhor, tomara que eu também fique logo, no que precisar estarei sempre aqui.
Se cuide, pois és uma joia!!!
Beijokas!!!

AquilesMarchel disse...

mas é trsite mascarar o que sente né
m,as parece que ajuda
nem sei explicar....é mais gostoso demonstrar mas as pessoas aproveitam, quandoa gente demonstra fica vuilneravel para os idiotas!

Rô... disse...

oi Dé,

prefiro acreditar que é melhor
ser eu mesma sempre,
não consigo viver
com a cara pintada,
prefiro acreditar nas pessoas,
no que elas tem de bom,
prefiro me mostrar,se estou triste ou alegre todo mundo sabe,
e se eu me machucar,
levanto e começo de novo...

beijinhos

Alê disse...

Dé,

Tem dias que somos caos, não é?
Noites insones, manhãs longas, perguntas sem respostas, vontade de sumir...

Mas sempre vai ter um novo amanhã, carregado de fé,


Que essa paz te encontre,


Bjossssss

*Jéssica Marques* disse...

Minha linda!
Existem dias que parecem verdadeiros testes não é mesmo?
São perguntas sem respostas, são inquietações, são mágoas, saudades...
E só tempo pra vim e levar embora esse desconforto de dentro da gente!
Já tive noites mal dormidas e sou a dona das perguntas sem respostas.
Não és a única a te sentir assim meu bem!
E mascarar é bem ruim não é mesmo?
Sei como é. Precisamos sair lá fora e mostrar aos outros uma face feliz, quando na verdade, dentro de nós está uma bagunça.
Espero que encontres teu norte logo meu benzinho!
És especial. Vai passar, tu vai ver!
Qualquer coisa, cá estou!

Lysia Mouta .* disse...

AMEEEEEI, é tão verdadeira essas palavras, vivo constantemente assim, acho que a maioria das pessoas tbm, se escondem por traz de um sorriso e acabam achando que está tudo bem! muito lindo! ;*

Camila Gomes disse...

Todos nos temos mania de pintar sorrisos, inventar versões felizes de nos mesmos, porque alguém no mundo inventou que ficar triste é feio.
Mas eu discordo e quero aprender a não me importar, se até alguns amores passam, não vai ser a tristeza que vai durar pra sempre. Não adianta esconder a dor debaixo do tapete, porque só expulsando a tristeza de dentro gente conseguiremos cultivar um sorriso sincero!
Amei o texto demais!
bjoks e um excelente fim de semana!

MARILENE disse...

Se você se diz forte e bela a cada manhã, por certo assim se sentirá por todo o dia. De nosso interior, mesmo dolorido, pode sair muita luz, sem a necessidade de máscaras.
Nem sempre estamos com vontade de sorir, mas basta o primeiro para que tudo se transforme.

Bjs.

Claire disse...

Verdade Dé.Acho que no fundo todos sentimos a mesma coisa.Tbm me sinto sim.Sou um poço de contradições,incertezas e por vezes,meu sorriso é pintado.Ninguem conhece ninguem a fundo,o que conhecemos,sao só pequenos gestos,superficiais.Pra saber,quem somos,tem que olhar a alma e se perguntar,o que estamos sentindo,naquele momento.Certas coisas,a gente nao entende,só sente.E isso,assusta.
Beijos lindona!

Paula Moraes disse...

É isso mesmo Dé, lindo texto, nem sempre somos plenamente realizados e felizes, mas devemos saber aproveitar cada instante de alegria e felicidade e prolongar ao máximo essa sensação, a vida não é fácil, mas ninguém disse que seria, não é mesmo? Sendo assim nos resta fazer exatamente o que vc faz, nos dias cinzas, iluminá-lo com um sorriso.
Bjs e bom sábado.