Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

terça-feira, 19 de julho de 2011



o poeta me viu
 
bastou um olhar
e pode ver
a mola mestra
da aprendiz
que sou

 
a escolha que fiz
no avesso e apesar
da sorte adversa
de não pesar
de ser feliz
 
poeta é quem vê
o que não é de dizer
e ainda assim
 
diz


[Alice Ruiz]

5 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

Realmente,poeta é quem vê...
Toda sua sensibilidade está nos olhos e transparecem nas palavras!
Lindo pensar de Ruiz ;)
Saudades de passar por aqui,estava de viagem mas já voltei!
Beeijos

AquilesMarchel disse...

poeta é quem vê

lindo demais

combina com esse inicio de tarde
poesia simples e bonita

Bento Sales disse...

Dé, gostei da Alice Ruiz, seu haicais são ótimos.

Como diz a música de Gonzaguinha:
"Viver sem se vergonhar de ser feliz, cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz".

Abraços!

*Jéssica Marques* disse...

Dé!Meu anjo!
tem um lindo selinho pra ti no meu blog!
espero que gostes!
suuuuuuuuuper beijo!

Alê disse...

Diz e encanta!