Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

segunda-feira, 11 de julho de 2011







‎"Só insiste em tropeçar nos próprios passos quem ainda não tem asas..."




(Marla de Queiroz)

14 comentários:

*Jéssica Marques* disse...

Oi minha doçura!!
tudo bem??
Tem selinho pra ti no meu blog linda!!
uma ótima semana pra ti!
beijo!

Maíra disse...

Com certeza, e eu preciso criar asas!!

Daniela disse...

é preciso criar asas e voar ,
como diz a letra de uma música
(pra que manter os pés no chão de todo mundo que voar ..)

Beijos Dé , uma ótima semana pra vc :)

Paula Moraes disse...

Oi Dé, tem selinho no meu blog pra adoçar ainda mais sua semana,
no fim da página selos e pensamentos.
Bjs

Evanir disse...

Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem,
os amigos devem ser amigos para sempre,
mesmo que não tenham nada em comum,
somente compartilhar as mesmas recordações,
pois boas lembranças são marcante,
e o que é marcante nunca se esquece! Uma grande amizade
mesmo com o passar do tempo é cultivada assim!
Vinicius De Moraes
Uma feliz semana aceite com carinho
minha mensagem.
Deus esteja sempre presente na
vida de todos nós beijos no coração,Evanir.

Dri disse...

Lindo!
Hj pela manha eu li esta frase, e senti como se fosse feita diretamente pra mim. To sem asas.

Beijo.
(Seu blog esta maravilhoso)

Duda Duarte disse...

Olá.
Minha primeira visitinha aqui equero dizer que adorei i o blog,
Todas as postagens estão visivelmente lindas e significativas.
Quanto a essa postagem, eu acho que os tropeços servem para criar asas de uma certa forma, e uma vez criadas, novos tropeços surgem né?
Descobri asas em nós mesmas é magnifíco. Tenho me sentido assim.
Adorei mesmo o blog.
O meu está novo, um bebe ainda. Se quiser me visitar, ficarei feliz.
Sucesso.
http://duda-duarte.blogspot.com/

Alê disse...

Dé,

Que fofa a imagem.

E bora ver a vida com mais leveza, pra quem sabe, fazer companhia as borboletas?


Uma semana de muita paz,



Bjossssssssssss

♪ Sil disse...

Amore de minha vida!

E tantas vezes a gente tropeça, porque não consegue sair do casulo, criar asas. e voar e ser livre como as borboletas!

Saudadeeeeeeee Dé!!!

Te amoooooooo por toda minha vida!!!

Kelly disse...

Oi, tem selinho pra você no meu blog.
Beijos e ótima semana.
http://flor-delotus.blogspot.com

Meire disse...

Dé querida, e enquanto insistirmos em não aprender a voar vamos continuar tropeçando e caindo, tropeçando e caindo num ciclo vicioso que não nos levará a lugar senão o chão.

Adorei o post e o selinho ficou supimpa!!! bjokitas mil ;)

Mariella Morais. disse...

lindo, lindo, lindo.
Só não se pode voar alto demais, pois assim sofre-se menos na queda.

Eu adoro seu blog. Venho sempre, raramente comento. Mas enfim, é isso.
P.s.: Obrigada pelo selo, mesmo. Beijo grande! :*

Sam. disse...

isso me lembrou de uma coisa que te disse, lembra?
"Corra atrás dos seus sonhos e planos, mas cuidado para não tropeçar nos próprios pés"

taí, não corra, voe! use as asas que tem escondida dentro de ti!

C. disse...

Tem que cuidar pra nao se estatelar no chao, mesmo voando...