Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

segunda-feira, 29 de agosto de 2011


"A borboleta pousada 
ou é Deus ou é nada." 

(Adélia Prado)

10 comentários:

Bento Sales disse...

Oi, Dé, tudo depende da interpretação de quem ver as coisas.

Que bom que está de volta!
Senti falta das postagens e saudade de ti.

Obrigado pela visita e comentário gentil!

Um forte abraço!

Danielle Oliveira! disse...

Lindo Post!
Beijos Doces! :)

Maíra Cintra disse...

Lindo Débora!
Tá cada vez mais gostoso passar por aqui!
Beijos

Julliany kotona disse...

Me apaixonei pelo teu blog,lindo,lindo parabéns gostei tanto que resolvi ficar por aqui já estou a te seguir te convido a conhecer o meu se gosta fique por lá bjos tenha uma exelente noite!

http://julikotona.blogspot.com/

ANGELA disse...

Adorei a frase, Dé e eu também vejo Deus na beleza dos detalhes...Bom descanso e ótima semana!

Dja disse...

Olá lindona

linda postagem, Adélia é ótima

Seu blog é lindo, meus parabéns
beijinhos
meu carinho.

Rô... disse...

oi Dé,

é Deus,
então é tudo,
e isso basta,né?

beijinhos

Paulinha Leite disse...

Acho as borboletas tao delicadas e frageis...
Vim desejar uma tarde cheia de encantos e sorrisos e me desculpar pela curta ausencia. Tem sido corrido estes dias, mas sempre que posso vou conciliando blog, visitas, e tudo se encaixa! rs
Deixo sorrisos pra vc amiga

Ana Andreolli disse...

nossa, q frase forte né?

bejos

♪ Sil disse...

Coisa mais lindaaaaaaaa é Adélia!