Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

sexta-feira, 27 de maio de 2011


"Ninguém nunca espera que eu saia dos meus limites. Quem me conhece de verdade? E quem sabe dos momentos que eu estou a ponto de explodir? As saudades são grandes, o telefone mudo. Me identifico com livros e personagens e nem tenho uma história pra contar. E se eu contar, 
quem vai se importar?

Eu me importo, e muito. Quero marcar mais quem passa por mim, quero perder esse medo de não agradar, essa preocupação em ser o que todos esperam. Tentando não incomodar ninguém eu fico neutra. Invisível. E todas as minhas experiências de falta de preocupação já me indicaram que seria bem melhor me assumir. 

E essa falta… Na verdade eu sei, mas não queria saber… É falta de mim."

(Verônica Heiss) 
Achei esse texto no blog da Maíra, e é tão eu q precisei postar aqui!

4 comentários:

♪ Sil disse...

Lindo e verdadeiro Dé!

Nem tem o que comentar, porque o texto por si só disse tudoooooo!


Um beijo menina da alma bonita!
(das mais bonitas que eu já vi!)

Márcia Parente Sena disse...

Nossa, tão nós, socorro!! Perfeito!

Seu blog é muito lindo!

Abraços!
Márcia *-*
http://viajapensamentos.blogspot.com

Maíra disse...

Olá Dé! Adorei ver este texto lindo aqui neste cantinho acolhedor e meu nome também! Seu blog é uns dos meu preferidos e vc umas das seguidoras também. rs
Como disse a Sil, menina da alma bonita! Beijos à você

giselaine alves ♫ disse...

"É falta de mim".. que lindo *-*

Ei, flor! Tem desafio :D

http://happinesshared.blogspot.com/2011/05/96-desafio.html

Beijocaa