Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

domingo, 19 de junho de 2011


Não foi à toa que Adélia Prado disse que "erótica é a alma". Enganam-se aqueles que pensam que erótico é o corpo. O corpo só é erótico pelos mundos que andam nele. A erótica não caminha segundo as direções da carne. Ela vive nos interstícios das palavras. Não existe amor que resista a um corpo vazio de fantasias. Um corpo vazio de fantasias é um instrumento mudo, do qual não sai melodia alguma. Por isso, Nietzsche disse que só existe uma pergunta a ser feita quando se pretende casar:
"continuarei a ter prazer em conversar com esta pessoa daqui a 30 anos?"

(Rubem Alves)

3 comentários:

Meire disse...

AMEI o post!!!
E tudo o que é de essencial está em nossa alma, nós a somos!!!
bjokitas flor ;)

Alê disse...

É uma pergunta muito interessante a ser feita, mas sem medo da resposta,


Adorei!

Maíra disse...

Há valores que estão escassos hoje em dia...
Belo post!!
Adorei
Beijos Dé