Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

domingo, 10 de julho de 2011



A vida é um incêndio: nela

dançamos, salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?

Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!

Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...


(Mário Quintana)

2 comentários:

Alê disse...

E que a gente 'queime' com toda a força e se espalhe pelo vento da vida,


Lindo isso,

Lindoooooooooooo

Caixa disse...

Um mestre esse Mário Quintana né??