Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011



“Com o andar dos tempos, mais as atividades da convivência e as trocas genéticas, acabamos por meter a consciência na cor do sangue e no sal das lágrimas, e, como se tanto fosse pouco, fizemos dos olhos uma espécie de espelhos virados para dentro, com o resultado, muitas vezes, de mostrarem eles sem reserva o que estávamos tratando de negar com a boca.”

[José Saramago]

3 comentários:

Alê disse...

Por isso amo olhos e olhares,


Tanto, tanto!


Bjkas

AquilesMarchel disse...

olhar de tela...

C. disse...

Que o que ocultamos sejam só coisas boas pra ser externado num belo olhar como esse da foto.

Beijossss