Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

quarta-feira, 21 de setembro de 2011


"Amor não se pede, é uma pena. 
É uma pena correr com pulinhos enganados de felicidade e levar uma rasteira. 
É uma pena ter o coração inchado de amar sozinha, olhos inchados de amar sozinha. 
Um semblante altista de quem constrói sozinho sonhos" (Tati B)




"Nunca me conformei como fim de nada. 
Por mais que eu sentisse que era a hora. 
Por mais que eu quisesse ou precisasse me livrar das coisas. 
O "acabou" sempre chega ou chegou como 
se eu jamais tivesse parado para pensar nele.
Cruel, Terrível e doloroso além de mim."
(Tati B)







‎"Não se preocupe, não vou tomar nenhuma medida drástica, a não ser continuar, tem coisa mais auto destrutiva do que insistir sem fé nenhuma? Ah, passa devagar a tua mão na minha cabeça, toca meu coração com teus dedos frios, eu tive tanto amor um dia."
(Caio F. Abreu)


11 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Saudades de vc menina linda!
Como vc está que não aparece?
Bjssssssssssssssssssss

QUIM disse...

A calam e a honestidade são a maior virtude :
Insistir naquilo que já não existe é como calçar um sapato que não te cabe mais... Machuca, causa bolhas, chega a carne viva e sangra. Então é melhor ficar descalço! Deixar livre o coração, enquanto vive. Deixar livre os pés, enquanto cresce. Porque quando a gente cresce, o número muda! Às vezes você tem que esquecer o que você quer pra começar a entender o que você merece.

bj querida.

Laís Pâmela disse...

Tem coisa mais auto destrutiva do que amar sem ser amado? Amar um amor decepcionado?
Lindo post, amei esses três trechos, Caio e Tati juntos me traduzem demais.
Beijos.

Alê disse...

Que delícia todos esses textos Dé,


Bjkas

AquilesMarchel disse...

esse d atati é aquile spuro

eu sofro sempre com os fins

Tânia Camargo disse...

Dé...
Já conversamos tanto minha querida..
Mas só para te lembrar:
Amor só existe quando é dos dois lados.
Não é só um ceder, um sacrificar, um querer...
Sei que dói, mas é com a dor que crescemos e aprendemos a valorizar e reconhecer o que realmente tem valor em nossas vidas.

Bjs em seu coração minha lindinha...

Sandra Mitsue disse...

Oi Dé...
Lindo os textos da Tati e Caio sempre Caio...Amo de paixão...
Entendo esses momentos nos quais precisamos ter um tempo só pra nós...Nunca desisto dos meus amigos...as vezes também me ausento... Com certeza voltamos mais fortalecidas!
Beijos!
San...

Maíra Cintra disse...

Lindo post Dé!
Tenha um ótimo Final de semana!
Beijos, fique com Deus

*Jéssica Marques* disse...

Perfeito minha linda!
E é mesmo assim né?
Quantas vezes nos doamos além da conta, nos deixamos de lado para fazer alguém feliz.E assim não enxergamos que o outro não retribui ou não reconhece aquilo que fazemos e principalmente aquilo que sentimos!!
E tendemos a muitas vezes fingir que está tudo bem.Afinal, não dizem que amar é se doar sem pedir nada em troca?
Mas chega um momento em que nos damos conta de que também precisamos de amor e que se doar tanto por alguém que pouco se importa, é esquecer de si mesmo.
Saudades de ti minha linda e daqui também.
Esses dias entrei rapidinho no orkut na casa de uma amiga e te aceitei lá...
Mas nem tive tempo de te dar boas vindas, me desculpe!!
E tu como estás??
Tudo bem??
Beijão linda!
Te adoro!

Ana Andreolli disse...

morri aqui... vc quer me fazer chorar q nem a demi lovato na foto é?????????

*Jéssica Marques* disse...

Dé minha flor!!
Tem um monte de mimos pra você no meu blog!
pega lá querida!
Super beijo!