Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

terça-feira, 27 de setembro de 2011



"Arrumando minha casa de dentro juntei estilhaços de um tempo em que, cansada de sóis vazios e dessas tempestades de agonia, pra esquecer um amor antigo, arremessei meu coração contra a parede. Eu descobri que algumas pessoas se juntam não por afeto, mas por tristeza encomendada. Que certas coisas que deveriam afastar, às vezes aproximam.

Quando arrumei minha casa de dentro tinham muitas declarações de amor de gente que já não me amava mais pelo caminho. E quando eu estava prestes a começar uma vida nova, tropeçava nesse passado e nos referenciais antigos e voltava para lá que era um lugar aparentemente mais seguro. E ergui tantas paredes rabiscadas pelo medo.

Descobri, quando abri as janelas, que uma chuva muito forte também tem som de aplausos. Que na pauta dos meus lábios só cabem palavras macias. Que há que se beber do outro também a fonte de idéias para que tudo não se resuma num encontro incandescente de peles porque devemos explorar todas as qualidades do desejo.

Eu descobri que tenho um jeito de gostar exagerando os fatos e que a ficção é o que mais participa da minha realidade. Mas que sempre fica um rastro na minha pele se alguém se demora nas carícias. E que não se pode ter a força de uma represa retendo seus próprios líquidos.

Quando arrumei minha casa de dentro eu descobri que essa é uma tarefa infinita. E há que se reordenar as coisas incansavelmente pra se ter espaço pruma nova cor. E que uma boa base impede um desmoronamento, mas que a implosão da estrutura inteira, às vezes, é a coisa mais sábia a se fazer em determinados momentos."

(Marla de Queiroz, sempre maravilhosa)

*Tão meeeeu...

10 comentários:

Gizelle disse...

As vezes parece quem tem gente que escreve sobre nós mesmo né??

Pensamos:nossa,foi feito pra mim.
lindo o texto.

QUIM disse...

todo mundo devia ler esse texto..tornaria tudo tão mais fácil ..obrigado pelo carinho querida te adoro super beijo..

AquilesMarchel disse...

segunda nao fui trabalhar peguei livros velhos cartas antigas. revistas e joguei fora
vi palavras ali de amores eternos amigos para sempre...


e agora leio isso aqui
como pode?

é meu isso dae só pode


Eu descobri que algumas pessoas se juntam não por afeto, mas por tristeza encomendada. Que certas coisas que deveriam afastar, às vezes aproximam.


Eu descobri que tenho um jeito de gostar exagerando os fatos e que a ficção é o que mais participa da minha realidade. Mas que sempre fica um rastro na minha pele se alguém se demora nas carícias.



essas duas partes resumem tudo

Tânia Camargo disse...

Bahhhh...
Agora entendi Dé o porque da mensagem no celular.
Ler isso era o que precisava!Rsrs...
A "Aprendiz" deu a volta e agora ensina a "Anciã"!

Te adorooo lindinha...
Obrigada pela luz de carinho que transmites.

Bjsss,

Ana Andreolli disse...

ADOREI demais

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom alvorecer !
Depois que o bicho(vírus) se instalou no meu blog,me fechei e só hj que estou abrindo com uma postagem linda e emocionante.
Te convido a ir lá,depois passarei por aqui para fazer meu comentário...Tenha um dia fenomenal e de muita luz...
Grata pela amizade...Particularmente estava com saudades de viajar nesse universo,junto com vcs...por amar demais(sonhadora)todos.
Bjs para aquecer teu dia!

Rô... disse...

oi Dé,

depois de muitos problemas com meu blog,
estou voltando,
cheia de saudades,
ler esse texto deveria ser obrigatório,
obrigada por dividir querida...

beijinhos

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Oi,
Tânia me recomendou seu blog e ela tinha razão.
Maravilhoso encontro de palavras.
Só podia vir de mais uma Gaúcha... rsrss.
Tudo de bom para vc!

Maíra Cintra disse...

Marla é linda!
Escreve coisas surpreendentes!
Belo post Dé

MARILENE disse...

Sabedoria! Para não tropeçar em sentimentos envelhecidos e mofados, só mesmo fazendo uma rica faxina no mundo de dentro.
Bjs.