Quem sou eu

Minha foto
"Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida. Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado. É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue" (Um sopro de vida - Clarice Lispector)

terça-feira, 31 de julho de 2012




‎"Quando já não tinha espaço, pequena fui
Onde a vida me cabia apertada
Em um canto qualquer,
Acomodei minha dança, os meu traços de chuva
E o que é estar em paz...?

(...)

Nada do que fui me veste agora (..)
E, mesmo que eu te me perca,
Nunca mais serei aquela que se fez seca
Vendo a vida passar pela janela"




(Quando fui chuva - Composição: Luis Kiari e Caio Soh)


.
.
.
.

Acho que retomarei o blog. Só acho por enquanto!
Vou tentar!
;)

3 comentários:

QUIM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
QUIM disse...

ve se volta logo menina..bjs ..te adoro.

JAN disse...

Oi Dé

Num dia chove e noutro faz sol...
a vida é assim, assim ;-)
Sai da janela, menina!

Abração
Jan